quinta-feira, 18 de maio de 2017

Carreiras anuncia 5 mil postos de trabalho nos próximos anos

Por CASCAIS24



“Em breve, vão instalar-se no concelho empresas nacionais e internacionais que, juntas, vão gerar 5.000 postos de trabalho, com uma maior concentração em Carcavelos”, anunciou, esta quinta-feira, o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, na abertura de um seminário que decorreu no Centro de Formação e Reabilitação Profissional de Alcoitão, no âmbito da "Semana do Empregador".

Segundo Carlos Carreiras, “isto é fruto de uma decisão que tomámos de trazer para o concelho a Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa”, o que, ainda de acordo com o autarca, “está a gerar, neste momento, a atração de empresas que querem instalar-se, à procura de talentos”.

Aos anunciados 5.000 postos de trabalho não são, também, alheias a criação da Faculdade de Medicina da Universidade Católica, que Carlos Carreiras considerou “também fulcral para o desenvolvimento do concelho”, bem como a instalação dos maiores centros de neurologia e de ortopedia do País.

A taxa de desemprego, em Cascais, terá baixado quase 10 por cento no ano passado e, segundo o município, “está agora próxima dos 8,4 % da população ativa, ou seja, abaixo da média nacional, situada nos 10%.”.

A Câmara Municipal de Cascais está dotada de uma divisão específica de promoção de emprego, sendo um dos quatro municípios que apostaram nesta área. O município trabalha em parceria com várias entidades, entre as quais o IEFP. 

“Temos uma excelente articulação com a divisão do emprego da Câmara de Cascais e trabalhamos sempre em parceira, mesmo informalmente, porque temos o mesmo objetivo, que é integrar as pessoas no mercado de trabalho”, salientou, por sua vez, Manuela Tinoco, diretora do Centro de Emprego de Cascais do IEFP.

Em Cascais, as áreas de formação mais procuradas são as técnicos comerciais e a informática, segundo revelou, por sua vez, Fátima Duarte, coordenadora da AERLIS.

Presentes neste seminário estiveram, também, alguns antigos formandos, como, por exemplo Inês Carrari, esteticista, que, atualmente, exerce a profissão num hotel de cinco estrelas, em Cascais e Sérgio Silva, que abriu no Bairro da Torre o seu salão unissexo de cabeleireiro.

1 comentário:

  1. se for como a esquadra da PSP, eu que se comprometeu em acabar a obra, sera igual a ZERO ou seja nada...

    ResponderEliminar